Cada homem é uma raça (contos)

Editeur : Michel Agier
Nombre de pages : 184
Date de parution : 1990
Langue : portugaise
ISBN : 9789722100717
Prix :

19,50

11 en stock

Description :

Inquirido sobre a sua raça, respondeu:
A minha raça sou eu, João Passarinheiro.
Convidado a explicar-se, acrescentou:
Minha raça sou eu mesmo. A pessoa é uma humanidade individual. Cada homem é uma raça, senhor polícia.
(Extracto das declarações do vendedor de pássaros)

É comum de Mia Couto ouvirmos histórias de gente simples, com histórias normais, mas com um olhar poético e com uma linguagem mais nova, subversiva e cativante. Esta «estórias» estão repletas de viúvas, príncipes e princesas, bêbados, cegos, barbeiros, vadios e mendigos, meninas loucas, seres marginais às alamedas da sorte falam, às vezes, com os mortos, com as pedras, consigo próprios (quando não há ninguém para escutá-los). Mia Couto senta-se ao lado deles e ouve aqueles segredos sem perder o sorriso e, sem se dar conta, transforma-se num deles, falando como eles...
O livro  apresenta 11 contos ou  "estórias" :  A Rosa Caramela, O apocalipse privado do Tio Geguê, Rosalinda, a nenhuma, O embondeiro que sonhava pássaros, A princesa russa, O pescador cego, O ex-futuro padre e sua pré-viúva, Mulher de mim, A lenda da noiva e do forasteiro, Sidney Poitier na barbearia de Firipe Beruberu, Os mastros do Paralém. Lire : http://www.infopedia.pt/$cada-homem-e-uma-raca


Et aussi...