Se eu fechar os olhos agora

Auteur :
Editeur : Record
Nombre de pages : 304
Date de parution : 2010
Langue : portugaise
ISBN : 9788501088109
Prix :

29,00

1 en stock

Description :

"Se eu fechar os olhos agora, ainda posso sentir o sangue dela grudado em meus dedos." om essa frase Edney Silvestre começa seu romance...

O contexto da história é misterioso: abril de 1961, momento em que Yuri Gagarin, o primeiro homem a pisar na lua, deixava a órbita terrestre, descortinando um universo de possibilidade para a humanidade. No mesmo dia, dois garotos encontram o corpo da vítima às margens de um lago e, assustados, acionam imediatamente a polícia e passam por um duro interrogatório, no qual são tratados mais como suspeitos do que como testemunhas.

A brutalidade do assassinato e o descaso absoluto com o ser humano impressionam os meninos, que não aceitam a explicação oficial do crime, segundo a qual o culpado seria o marido, o dentista da cidadezinha, motivado por ciúme. Ele era frágil demais para o ato necessário a tanta devastação. Os garotos começam uma investigação ajudados por um velho que mora no asilo da cidade, um ex-preso político da ditadura Vargas, que esconde a motivação para seu interesse no assunto. Rapidamente, eles percebem que a mulher tem uma estranha ligação com os homens mais importantes da cidade e que seu passado é nebuloso, repleto de mentiras. Juntos, eles desenterram segredos terríveis e são obrigados a lidar com uma cidade de coronéis corrupta, hipócrita, patriarcal e violenta que, mesmo numa época em que o Brasil caminha para a industrialização, tenta a qualquer custo manter o poder absoluto. Para os meninos, um terrível caminho de amadurecimento e chegada à vida adulta.

Em sua estreia como romancista, Edney Silvestre constrói uma trama ágil e envolvente, repleta de referências ao momento cultural e político brasileiro e mundial. Transitando por gêneros tão distintos quanto o policial, o histórico e o romance de formação, “Se Eu Fechar os Olhos Agora” é um livro de tirar o fôlego, que retrata a essência da nossa sociedade.

"Numa manhã de sol de abril de 1961, dois meninos encontram, por acaso, o corpo dilacerado de uma mulher. A partir desta macabra descoberta, que mudará para sempre suas vidas, Edney Silvestre autopsia, com a fina sensibilidade de um raro prosador, a essência da nossa sociedade. O corpo de Anita, a morta, transubstanciado no corpo do Brasil." - Luiz Ruffato

"Edney Silvestre não me surpreendeu com o romance “Se Eu Fechar os Olhos Agora”: sua penetração psicológica, respeito e visão aguda das questões literárias ao entrevistar autores demonstrava que ali havia um escritor de primeira." - Lya Luft

"Um thriller envolvente, que vai em busca da infância de suas criaturas, num romance que nos enreda pelos diálogos ágeis, bem-humorados, inteligentes." - Livia Garcia-Roza

 


Et aussi...