Crónicas da Terra Longe [Cabo Verde]

Editeur : Chiado
Nombre de pages : 444
Date de parution : 2015
Langue : portugaise
ISBN : 9789895140466
Prix :

24,00

Description :

Este livro, «Crónicas da Terra Longe», de Luiz Andrade Silva, resulta da compilação de  uma diversidade de textos publicados na imprensa cabo-verdiana e estrangeira, como também de algumas intervenções públicas no âmbito de iniciativas promovidas pelas comunidades cabo-verdianas radicadas no estrangeiro. O conteúdo desta obra circula à volta da temática da emigração, mas sem deixar de abrir espaço, aqui e além, para a abordagem de questões atinentes à cultura, ao desporto e outros  assuntos candentes  da vida cabo-verdiana. Dir-se-á que tinha de ser assim porque o fenómeno da emigração aglutina tudo o que substancializa a existência de um povo. Com efeito, o homem cabo-verdiano emigra mas leva com ele  o seu imaginário e  o seu património  cultural e, embora dotado de aptidão natural para se integrar e conviver pacífica e harmoniosamente com os povos estrangeiros que o acolhem, ele jamais deixa de ser o que é, nunca perde os liames da sua vincada consciência identitária.  Embora capaz de assimilar facilmente uma cosmovisão que o habilita a enriquecer o seu espírito e a superar as suas limitações, o cabo-verdiano jamais perde a bússola da sua própria geografia mesmo que milhares de léguas o separem das suas ilhas.

Luiz Andrade Silva é autor, mas é simultaneamente personagem activo das vivências e factos  que relata, analisa e critica, com o peso e a medida que lhe conferem a sua vasta experiência de vida e o apetrechamento cultural que aperfeiçou precisamente no país que o acolheu como emigrante – a França.

Ao emigrar para a França em 1968,  Luiz Andrade Silva seguiu o mesmo itinerário para Pasárgada que outros percorreram antes dele. Mas fê-lo imbuído e cônscio das referências sociológicas com que Baltasar Lopes da Silva reinterpretou a alegoria poética do brasileiro Manuel Bandeira. Na verdade, Luiz Andrade Silva foi para a «terra longe» não para se evadir lunaticamente em busca de uma felicidade fictícia, mas para ali instalar o proscénio de uma luta tenaz a favor das comunidades emigrantes, em particular, e dos seus irmãos cabo-verdianos, em geral. Se os políticos nem sempre, ou raras vezes, afinam o diapasão da sua agenda  com as muitas e válidas propostas e sugestões de Luiz Andrade Silva, a verdade é que em momento algum ele afrouxa o seu ânimo e motivação para continuar a dar o melhor de si por Cabo Verde e pelo seu povo.

ÍNDICE

 

TEXTOS SOBRE A EMIGRAÇÃO

CABO-VERDIANO EMIGRANTE

CABO-VERDIANA EMIGRANTE

O PROBLEMA DOS TRABALHADORES CLANDESTINOS

HOMENAGEM AO MINDELENSE DOS EMIGRANTES CABO-VERDIANOS EM FRANCA

LENDO O TERRA NOVA – A VOZ DO EMIGRANTE

LES TRAVAILLEURS CAP-VERDIENS DANS LES PLANTATIONS DE SÃO TOMÉ ET PRINCIPE
La dénonciation de l’émigration vers São Tomé et Príncipe par les poètes et les musiciens
Les Cap-verdiens à São Tomé et Príncipe après l’indépendance

OS EMIGRANTES NA BASE DO DESENVOLVIMENTO DE PEQUENAS UNIDADES ECONÓMICAS E COMERCIAIS

QUAL SERÁ O DESTINO DAS ASSOCIAÇÕES CABO-VERDIANAS NO MUNDO?

QUANDO ALGUÉM COMPREENDE AS NOSSAS QUEIXAS

EMIGRANTES EM FRANÇA: O REGRESSO

A EXPULSÃO DE CEM IMIGRANTES DO MALI

DA AMÉRICA

CONSTRUÇÃO URBANA: SOLUÇÃO DA CRISE

EMIGRANTES OU REFUGIADOS
Por uma outra emigração
Atenção, bocis ca ta na stranger

PARA UMA OUTRA LEITURA DA EMIGRAÇÃO

UMA PEQUENA NOTA DEMOCRÁTICA

NACIONAIS E NATURALIZADOS

OS MUNICÍPIOS E A EMIGRAÇÃO

LE ROLE DES EMIGRÉS DANS LA TRANSITION DÉMOCRATIQUE AUX ÎLES DU CAP-VERT
Émigration et nation
La prise de conscience du mouvement associatif
La fin de l’unité dans la lutte du mouvement associatif
L'arme économique contre le parti unique
Le coup de tonnerre du 13 janvier 1991

A EMIGRAÇÃO FEMININA NA EUROPA: SUAS CONTRADIÇÕES
Introdução
As mulheres cabo-verdianas como rosas peregrinas na diáspora
A mulher emigrante é duplamente explorada
A mulher emigrante não tem condições económicas para regressar ao seu país

DIÁSPORA CABO-VERDIANA
Imagens recíprocas França-Cabo Verde
Cabo Verde não deve ignorar e emigração
Um projecto cultural para e emigração

A IMPORTÂNCIA DE MANUEL D’NOVAS NA CULTURA CABO-VERDIANA NA DIÁSPORA

A JUVENTUDE EMIGRANTE CABO-VERDIANA EM FRANÇA E A LUSOFONIA

LE CAP-VERT : ESCLAVAGE, SECHERESSE, EMIGRATION
La sécheresse, les famines, l’émigration

REFLEXÕES DUM EMIGRANTE SOBRE OS TRINTA ANOS DA INDEPENDÊNCIA DE CABO VERDE
1. A invenção da Nação
2. Repensar a emigração
3. As câmaras municipais e a política de emigração
4. Cultura
5. Turismo
6. Língua
7. Social
8. Economia
9. Saúde
10. Justiça
11. Conclusão

OS EXÍLIOS NA LITERATURA CABO-VERDIANA
Exílio e cultura
Os cabo-verdianos na América
O exílio de Eugénio Tavares
A acção de Baltasar Lopes
O despertar da literatura anticolonialista
O exílio holandês
Daniel Conceição e o Nôs Vida
A importância das edições feitas em França

A VISÃO DE BALTASAR LOPES SOBRE A EMIGRAÇÃO CABO-VERDIANA
A infância e a emigração
Os estudos em Portugal e a consciência nacional
O regresso a Cabo Verde e a Claridade
Romanceiro de São. Tomé
A nova aurora - A emigração ara a Holanda

AMÍLCAR CABRAL, O BRAÇO ARMADO DA EMIGRAÇÃO
A infância e adolescência
Partida para PortugalA adesão da emigração à luta de libertação
1. Estados Unidos da América
2. Brasil


Et aussi...