Um Projecto Libertário, sereno e racional

Auteur :
Editeur : Colibri
Nombre de pages : 142
Date de parution : 2018
Langue : portugaise
ISBN : 9789896897642
Prix :

16,00

1 en stock

Description :
De facto, a filosofia política que no mundo moderno ocidental mais consistente e ousadamente procurou formular o referido desideratum em favor da liberdade, de maneira radical e definitiva, foi provavelmente o anarquismo, na forma como o pensaram vários doutrinadores do século XIX e praticaram certas minorias das sociedades industriais então em formação, sobretudo operários e artesãos acossados pelo domínio económico do capitalismo, mas também alguns intelectuais e artistas que, em antecipação ao que viria, apostaram nessa luta solidária para com a emancipação social e cultural dos mais desfavorecidos e explorados. *********************************************************
Trata-se aqui de uma proposta de renovação da ideologia anarquista adaptada ao século XXI – quase um Manifesto –, consistente numa reavaliação da noção de Estado- -nação, na qual que se defende, a par de outras, uma estratégia de intervenção política no quadro democrático; e, por outro lado, se sustenta que a economia de mercado, devidamente regulada, é a menos má alternativa para o processo de mundialização a que chegou a Humanidade.

Índice:

Preâmbulo: Ao que vimos

1. No Estado tudo se condensa: o poder e a sua maldição
1.1. Uma longa história do poder político: governo, religião,
estado e instituições públicas
1.2. Crítica e combate à dominação política: revoluções e reformas
1.3. O estado-nação e as instituições contemporâneas
1.4. A guerra, o controlo da violência e a ordem securitária

2. A economia é o que nos faz viver, mas também nos pode matar
2.1. Um desenvolvimento contínuo, mas aos solavancos
2.2. Uma economia não-competitiva: Cooperativa? Ou centralmente administrada?
2.3. Do capitalismo concorrencial ao capitalismo global: concorrência, crescimento económico e regulação

Epílogo: Para que conste

AUTOR:

João Freire nasceu em 1942 em Lisboa. Exilou-se em França em 1968. Fundou em 1974 e animou durante quatro décadas a revista A Ideia, ainda hoje existente. Sociólogo e professor universitário.


Et aussi...