Noites de Vigília

Editeur : Texto editora
Nombre de pages : 228
Date de parution : 2012
Langue : portugaise
ISBN : 9789804716904
Prix :

64,00

Description :

«Semanas depois daquele acontecimento fatídico, talvez por isso mesmo mais inspirado, dei por concluído o romance cujo título passou a ser Noites de Vigília. Contra a minha vontade, os personagens foram ganhando autonomia, começaram a falar por si mesmos, de modo que desisti de lhes forçar a seguir aquilo que eu achava ser o melhor percurso da narrativa, e assim as estórias foram se entrelaçando, se baralhando, sem ordem cronológica nos acontecimentos, enfim, se envolteando no decurso de as correntes águas. Porque o que eu tinha planeado era centrar a minha atenção no período que vai do vinte e cinco de Abril de setenta e quatro ao onze de Novembro de setenta e cinco. Mas depois tudo acabou assim, os braços dos rios se misturando nas águas oceânicas. Eu, Narratário, sem que o Autor e o Narrador se apercebessem, li o romance por antecipação. Testemunho o esforço que os dois fizeram para parecerem isentos. Confesso que eles desconseguiram semelhar a distância neutral, pois cada um tinha seu caminho pré-escolhido, que eu percebi intuído.» Biografia Boaventura Cardoso nasceu em Julho de 1944. É licenciado em Ciências Sociais pela Pontificia Università di San Tommaso d'Aquino "Angelicum" (Roma). Antigo funcionário dos Serviços de Fazenda e Contabilidade, desempenhou, a partir de 1977, sucessivamente, as funções de Director do Instituto Nacional do Livro e do Disco, de Secretário de Estado da Cultura, de Ministro da Informação, de Embaixador de Angola em França, Itália e Malta e de Ministro da Cultura. Foi Governador da Província de Malanje. Actualmente é Deputado à Assembleia Nacional. Membro fundador da União dos Escritores Angolanos, é autor dos livros de contos Dizanga Dia Muenho (1977), O Fogo da Fala (1980), A Morte do Velho Kipacaça (1987) e dos romances O Signo do Fogo (1992), Maio, Mês de Maria (1997) e Mãe, Materno Mar (2001), a que foi atribuído o Prémio Nacional de Cultura a Artes (2001), na disciplina de Literatura.