CD – Saudade de você

Editeur : Pataca discos
Date de parution : 2015
Langue : portugaise
Prix :

15,00

Description :

Total playing time: 35:20

1 - Escrevi um Bilhetinho
2 - Na Baixa do Sapateiro
3 - Boneca de Pixe
4 - Ca Room Pa Pa
5 - Paris
6 - Saudade de Você
7 - Touradas em Madri
8 - O Que é Que Você Fazia?
9 - Absolutamente
10 - Salada Mixta
11 - Adeus Batucada

Produzido por Real Combo Lisbonense; Gravado por Luís Nunes no Estúdio 15A, Lisboa em Junho de 2014; Assistente de gravação: Manuel Pinheiro; Misturado por Tiago de Sousa e João Paulo Feliciano, Estúdio 15A, Lisboa - Outubro de 2014; Masterizado por António Pinheiro da Silva e Tiago de Sousa.

(texto de contracapa)
REPATRIAR CARMEN
Carmen Miranda foi uma das mulheres mais queridas do século XX. Todos que a conheceram, privaram ou trabalharam com ela, a queriam para si. Mas, dos três países em que se deu a sua biografia --- Portugal, onde nasceu, em 1909, e de onde partiu, aos dez meses de idade; o Brasil, onde se criou e consolidou seu talento; e os Estados Unidos, onde se consagrou internacionalmente ---, o que menos se beneficiou de sua existência foi... Portugal.
Os americanos se apropriaram de Carmen assim que lhe puseram os olhos --- primeiro, na Broadway, em 1939, e, em seguida, em Hollywood, onde ela fez dez filmes. Por causa destes [e da força do show business americano], a imagem que o mundo passou a ter de Carmen foi a da mulher em technicolor, com as “baianas” extravagantes e os turbantes estratosféricos. Enfim, a Carmen “americana”. Que o mundo veja Carmen dessa maneira é normal. Mas não os brasileiros e portugueses.
Carmen precisa ser repatriada às suas origens. No Brasil, esse processo já começou. A Carmen brasileira, a dos sambas e marchinhas e do camarão ensopadinho com chuchu, é hoje uma realidade em discos, livros e exposições. É a vez de Portugal redescobrir esta filha que nunca abdicou da sua nacionalidade, cobria-se com xales e véus para ir à igreja com a mãe, sabia de cor todos os fados e não aceitava falar espanhol em seus filmes --- porque tinha um caso de amor com sua língua.
Mas, atenção: Carmen não precisa voltar a ser portuguesa. Ela nunca deixou de o ser. Como o Real Combo Lisbonense prova muito bem neste disco.
RUY CASTRO
Autor de “Carmen --- Uma biografia” [Companhia das Letras, 2005],
prêmio Jabuti de Melhor Biografia e de Livro do Ano pela Câmara Brasileira do Livro.


Et aussi...